Diferenzas entre revisións de «Conversa:Lingua galega»

 
:: Lamento muito, mas não é uma versão, é o original de Rosália de Castro musicado pelo cantor Adriano Correia de Oliveira e faz parte do património das canções de intervenção dos anos 60. Quanto ao segundo poema, não vejo onde está o pobre. Como já disse, ser galego pode significar muita coisa, conforme o contexto, mas neste contexto é muito claro: ser beirão é um orgulho e é um orgulho ser galego! Abraços, 01:27, 3 decembro 2006 (UTC)
 
"Ser beirão é ser galego" é porque no Alentejo chama-se galego ao português do Norte. E os trabalhadores do Norte que emigravam para o Alentejo também eram chamados "ratinhos": [http://www.agal-gz.org/blogues/index.php/bolindri/2005/12/13/p701#more701 Mestres alentejanos] --[[Usuario:Ibérico|Ibérico]] 07:02, 16 marzo 2008 (UTC)
 
== Esqueça... ==
222

edicións